sexta-feira, 7 de setembro de 2007

Quadratura do Círculo

O Problema de Aritmética formulado há milénios, que a Vinicultuna de Biomédicas-Tinto se propõe resolver ao longo do mês de Setembro.

São precisas sugestões!
Se todos colaborarmos, estou certo, encontraremos a solução!!!

1 comentário:

soushomensourratos disse...

O problema da quadratura do círculo: uma revisão.

Desde o início do século passado que sabemos que nada é contínio, mas uma sucessão de infinitos pontos - quanta. Até o tempo é feito de quanta - os quantempões ou tempões (não confundir com tampões).

Até o círculo mais perfeitinho, do olho do cu mais perfeitinho, não é verdadeiramente redondo, mas sim uma sucessão de pontos - os quanta da distância.

Paremos de pensar no cu e pensemos num círculo numa folha de papel, a fim de evitar badalhoquices, ou piadas fáceis.

Assim, o problema da quadratura do círculo resume-se à soma de todos os ângulos de todos os pontos do círculo. Avancemos: pontos do círculo*2*pi*raio*quanta no qual quanta corresponde à razão de ouro (au) multiplicado pela constante de Max&Bohr o que dá um número para cima de 10^100 (googol) - isto se trabalharmos em radianos, está claro.