sábado, 2 de dezembro de 2017

Do Fim do Outono

Gosto de ver o Outono a partir do alto. As árvores vão-se juntando em manchas amarelas, castanhas e vermelhas sobre os campos a que chamam a veiga de Creixomil. Gosto de ver o Outono junto a elas. 

Há um gigante magnífico do topo da colina atrás dos hotéis. Vê-se de toda a cidade. Venero-a desde sempre, como se venera um mais-velho. Aparte essa relação respeitosa, ainda nenhuma outra me tinha atraído.

Talvez só o fizesse para mim. Ramagens abertas, a estender-se para o passadiço. As folhas lobadas, a aquecerem de vermelho a luz que as atravessa. Oferece um abraço quente. Passo e penso ir viver com ela.


Todos os anos dou que o Outono já chegou. E então demoro-me mais pelas janelas. Nunca dei pela sua partida. Esta semana não me tentaram abraçar ao atravessar o passadiço. Estranhei, olhei. Só restava o tronco branco, despido, onde não me vi entrelaçado. Ter-se-á ela mudado? Vã esperança, talvez a encontre. À noite, a aquecer de vermelho o interior dos meus lençóis.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

"Memorandum"

Este ano não me deverei esquecer do São Martinho.
Este ano não me deverei esquecer do São Martinho.
Este ano não me deverei esquecer do São Martinho.
Este ano não me deverei esquecer do São Martinho.
Este ano não me deverei esquecer do São Martinho.
Este ano não me deverei esquecer do São Martinho.
Este ano não me deverei esquecer do São Martinho.
Este ano não me deverei esquecer do São Martinho.
Este ano não me deverei esquecer do São Martinho.
Este ano não me deverei esquecer do São Martinho.

Dúvida

Segundo o acordo ortográfico vigente, "Tuno da Vinicultuna" ainda pode ser proferido no plural?

Carta de Recomendação

O Funcionário do Serviço Nacional de Saúde "Estudaste nas Biomédicas! Conheces o TóZé? "

A Donzela-Funcionária do Serviço Nacional de Saúde "Claro! Tenho Amigos na Vini!"

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Das frases que ficaram

"Dá-me o teu amor, biomédicas"

domingo, 10 de setembro de 2017

"O que não contas à tua mulher, o que não contas ao teu amigo, conta-lo a um estranho, na estalagem"

"provérbio eslavo da Galícia",
diz-nos Eça de Queirós em "Singularidades de Uma Rapariga Loira"


Actualmente os amigos deste espaço também o podem fazer com um conhecido, no Bufete Santo António.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Um Lamento (eventualmente com voz distorcida, e cara desfocada aos quadradinhos)

"Nós chegámos, não estávamos a fazer nada, começaram logo a insultar."


sexta-feira, 12 de maio de 2017

Um Lamento, ou Sobre o Lamentável Estado de Desconfiança que Reina no Futebol Português

Oliveira de Santa Maria, há uns domingos atrás

"Não nos deixam sair, temos de consumir aqui no bar. E aqui só têm cerveja sem álcool. Fazem mesmo tudo para prejudicar o Salgueiros."

domingo, 8 de janeiro de 2017

Dos sons perdidos